O desafios das equipes médicas e de enfermagem frente ao paciente com comportamento suicida em hospital geral

Autores

  • Nathalia Almeida de Oliveira Universidade São Judas Tadeu
  • Elaine Cristina de Almeida Pereira Universidade São Judas Tadeu
  • Maria Rita Polo Gascón Universidade São Judas Tadeu

DOI:

https://doi.org/10.59483/rfpp.v4n1.102

Palavras-chave:

Suicido, Tentativa de suicidio, Profissionais de saúde, Formação acadêmica

Resumo

Objetivo: O objetivo do estudo foi analisar quais os desafios e comportamento das equipes médicas e de enfermagem frente ao paciente com comportamento suicida em hospital geral. Método: Foi realizada uma revisão bibliográfica entre os períodos de 2009 a 2022, no qual foram encontrados 12 artigos com pesquisas similares que contribuíram com a construção deste novo conteúdo. Resultados: Após análise do material selecionado, foram encontrados três elementos-chaves, sendo, a capacitação acadêmica, a assistência hospitalar e o manejo clínico que se sobressaíram devido à sua problemática recorrência ao longo do tempo. Conclusão: Por meio das pesquisas foi possível notar que equipes médicas e de enfermagem, em sua maioria, relatam um despreparo desde sua formação, que se estende ao exercício de sua profissão, retratando que o sistema de saúde e a formação acadêmica e/ou profissional, necessitam de uma  evolução para que profissionais e pacientes sejam amparados dentro de suas necessidades.

Biografia do Autor

Nathalia Almeida de Oliveira, Universidade São Judas Tadeu

Bacharel em Psicologia pela Universidade São Judas Tadeu (USJT).

Elaine Cristina de Almeida Pereira, Universidade São Judas Tadeu

Bacherel em Psicologia pela Universidade São Judas Tadeu (USJT).

Maria Rita Polo Gascón, Universidade São Judas Tadeu

Pós-Doutorado em Ciências da Saúde pela Faculdade de Medicina de São Paulo, doutorado em Pós-Graduação - Coordenadoria de Controle de Doenças - Secretaria da Saúde, mestrado em Mestrado em Ciências - Coordenadoria de Controle de Doenças - Secretaria da Saúde e graduada em Psicologia pela Universidade Presbiteriana Mackenzie.

Referências

Sousa KA de, Ferreira MGS, Galvão EFC. Multidisciplinary health care in cases of childhood suicidal ideation: operational and organizational limits. Rev Bras Enferm [Internet]. 2020;73:e20190459. Available from: https://doi.org/10.1590/0034-7167-2019-0459

Storino BD, Campos CF e, Chicata LC de O, Campos M de A, Matos MS da C, Nunes RMCM, et al.. Atitudes de profissionais da saúde em relação ao comportamento suicida. Cad saúde colet [Internet]. 2018Oct;26(4):369–77. Available from: https://doi.org/10.1590/1414-462X201800040191

Pypcak EM, Schultz JV, Paes MR, Mildemberg R, Machado EM, Nimtz MA. COMPORTAMENTO SUICIDA EM HOSPITAL GERAL E O CONHECIMENTO DOS PROFISSIONAIS DE ENFERMAGEM: ESTUDO TRANSVERSAL. Cogitare Enferm [Internet]. 2022;27:e80551. Available from: https://doi.org/10.5380/ce.v27i0.80551

Amorim MG, Kubrusly M, Gomes SB, Plens ICM, Rocha HAL, Silva AC e. Attitudes and perceptions of teachers and medical students regarding suicide. Rev bras educ med [Internet]. 2021;45(4):e214. Available from: https://doi.org/10.1590/1981-5271v45.4-20210299.ING

Oliveira Ricardo Alves de, Morais Marina Rodrigues, Santos Roniery Correia. O comportamento suicida no pronto-socorro de um hospital de urgências: percepção do profissional de Enfermagem. Rev. SBPH [Internet]. 2020 Dez [citado 2024 Fev 24] ; 23( 2 ): 51-64. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-08582020000200006&lng=pt.

Machin R. Nem doente, nem vítima: o atendimento às "lesões autoprovocadas" nas emergências. Ciênc saúde coletiva [Internet]. 2009Nov;14(5):1741–50. Available from: https://doi.org/10.1590/S1413-81232009000500015

Gutierrez BAO. Assistência hospitalar na tentativa de suicídio. Psicol USP [Internet]. 2014Sep;25(3):262–9. Available from: https://doi.org/10.1590/0103-6564D20140002

Fontão MC, Rodrigues J, Lino MM, Lino MM, Kempfer SS. Nursing care to people admitted in emergency for attempted suicide. Rev Bras Enferm [Internet]. 2018;71:2199–205. Available from: https://doi.org/10.1590/0034-7167-2017-0219

Santos DCR dos, Lima RT de C, Domingos T da S, Alencar RA. Professional attitudes towards suicidal bahavior in primary healt care: A quasi-experimental study. Texto contexto - enferm [Internet]. 2022;31:e20210350. Available from: https://doi.org/10.1590/1980-265X-TCE-2021-0350en

Lappann Botti NC, Costa de Araújo LM, Costa EE, de Almeida Machado JS. Atitudes dos estudantes de enfermagem frente ao comportamento suicida. Investir. Educ. Enferm. [Internet]. 4 de junho de 2015 [citado em 23 de fevereiro de 2024];33(2). Disponível em: https://revistas.udea.edu.co/index.php/iee/article/view/23015

Brito D, Arsufi JS, Sousa BO, Preto VA. Percepção dos enfermeiros frente ao paciente com comportamento suicida. Psicologia Hospitalar. 2018;16(1):43-66. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1677-74092018000100004&lng=pt&tlng=pt. Acessado em: 24 de fevereiro de 2024.

Organização Mundial da Saúde. Prevenção do suicídio [Internet]. Genebra: Organização Mundial da Saúde; 2023. Acesso em 24 de fevereiro de 2024. Disponível em: https://www.who.int/health-topics/suicide#tab=tab1.

Downloads

Publicado

22-03-2024

Como Citar

1.
Oliveira NA de, Pereira EC de A, Polo Gascón MR. O desafios das equipes médicas e de enfermagem frente ao paciente com comportamento suicida em hospital geral. RFPP [Internet]. 22º de março de 2024 [citado 17º de junho de 2024];4(1). Disponível em: https://revista.facpp.edu.br/index.php/rfpp/article/view/102

Edição

Seção

Artigos